dicas de viagens, viagens

Mal de altitude: o que é o Soroche e como amenizar os sintomas

Na minha primeira vez em Cusco eu já sabia sobre o tal Soroche, ou o Mal de altitude. Mas a gente não tem muita ideia de como vai ser e nem se vai sofrer. Nesse caso, só nos resta saber como fazer para amenizar os sintomas que não são nada agradáveis.

Saindo do aeroporto eu já comecei a sentir um enjoo e uma leve pressão na nuca. Chegando no hotel os sintomas ainda persistiam, e enquanto fazia check in, o recepcionista já ofereceu o chá de coca. Eu comecei ali a tomar o chá, e só parei no último dia.

Soroche, ou mal de altitude, são os nomes populares do mal agudo de montanha (MAM), que define a falta de adaptação do organismo a ambientes com ar rarefeito, nome do ar atmosférico em regiões de grandes altitudes, como os Andes, o Himalaia, e os Alpes Suíços.
Pessoas que estão acostumadas ao nível do mar ou altitudes baixas, estão propícias a sentir sintomas de mal estar em altitudes de 2.500 M ou mais.

Machu Picchu está a 2400 metros acima do nível do mar. Cusco, 3400 metros acima.

Os principais sintomas do Soroche são:

  • Cansaço geral
  • Mal estar
  • Fadiga
  • Fortes dores de cabeça
  • Tontura
  • Insônia
  • Enjoo
  • Náusea e vômitos
  • Falta de apetite
  • Dispnéia noturna súbita (acordar de repente com sensação de falta de ar).

Algumas pessoas não sentem nada, outras sentem um dos sintomas, outras sentem mais de um ou todos. Por isso é importante tomar algumas medidas antes de realizar uma viagem para lugares que podem trazer esse risco, como é o caso de Cusco.

A primeira recomendação é que se faça essa viagem com calma, para que haja a aclimatação e assim seu corpo irá acostumar-se com a altitude. Não faça passeios de grande altitudes nos primeiros dias. Dessa forma você irá sentindo seu corpo e aumentando a altitude sem sofrer tanto.

Caso você esteja tendo piora nos sintomas, é recomendado que procure um médico imediatamente. Por isso a importância de fazer um seguro saúde, pois nunca podemos prever esse tipo de incidente.

Se seus sintomas estão leves, procure tomar o chá ou mascar as folhas de coca, sempre disponíveis em hotéis, restaurantes, mercadinhos e farmácias. Um outro aliado são as pílulas de Soroche vendidas em qualquer farmácia sem prescrição médica. Eu utilizei as pílulas e senti uma melhora.

Procure dormir o suficiente, descansar quando não se sentir bem, evitar comidas pesadas e bebidas alcoólicas (deixe o Pisco para o último dia), beber bastante água, se alimentar muito bem e utilizar roupas adequadas ao passeio pois o frio pode agravar os sintomas.

O Soroche, embora pareça inofensivo é algo sério. Muitas pessoas ignoram os sintomas e acabam estragando seus passeios (e o de outras pessoas). Se você acha que vai desmaiar, as dores de cabeça só aumentam, começou a ter problemas de visão, sangramento no nariz, pare de subir e volte pois a evolução pode causar danos graves.

O mal da montanha infelizmente não pode ser evitado e nem previsto, você só saberá se vai senti-lo quando já estiver no local.

Ao contrário do que alguns dizem, preparar-se fisicamente e treinar antes da viagem não evitará os problemas causados pelo mal de altitude. A boa forma física não ajuda a prevenir – vide jogadores de futebol bem preparados que sofrem em partidas pela Libertadores da América.

As principais variáveis que influenciam no mal de montanha é o quão rápido se ganha altitude, a idade, quantos dias se permanece em regiões altas, e a quantidade de esforço físico que se faz.

soroche tem mais chances de aparecer em mulheres, pessoas com mais de 46 anos, e quem sofre de enxaqueca.

Todo cuidado é bem vindo quando se trata da nossa saúde, e durante uma viagem o cuidado deve ser redobrado. Ninguém quer ficar de repouso sendo medicado em vez de estar fazendo passeios. Por isso escute seu corpo e tome essas precauções para curtir ao máximo sua viagem.

Fonte: Instinto Viajante

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s